Despertando a Consciência sobre a Unicidade e a utopia entre o "Bem e o Mal"!

Como aceitar um Deus que disputa!

Um "Deus" atuando em competição com outro poder...

Onde então estaria a Perfeição Divina?

Não existe uma luta de conquistas entre um “Deus e um Demônio...”.

O que existe são consciências não despertas de sua verdadeira essência!

Dentre os sete níveis de Deus conforme a mente humanizada entende, um deles é o da energia, ou seja, aquilo que estrutura tudo o quanto existe, e que é sentido ilusoriamente como a “origem do ser” (a individuação e consequente separação da fonte original).

O princípio da “transferência de energias” na forma como é percebido pela mente divisionária (a mente do “ser”), cria a Ilusão da “Multiplicidade das partes”, apresentando-se na forma de interferências energéticas, de corpos energéticos independentes mas que, na realidade, nada mais são do que manifestações de um aspecto de DEUS!

A manifestação da consciência humana ainda está longe de se sentir integrada ao TODO. Nossa percepção nos permite vivenciar apenas a aparente diferenciação da energia, nos levando a crer na existência das coisas no exterior da natureza do ser (como algo distinto de nossa natureza Divina intrínseca).

O movimento vibracional energético é em si o ponto fundamental de diferenciação da Unicidade.

Assim podemos dizer que toda manifestação contém em si uma energia em movimento, uma vibração, criando-se assim, condições de percepção da Mente, nos proporcionando desta forma uma visão fragmentada e uma sensação de estarmos separados da energia (pois sentimo-nos separados de Deus).

Sendo assim, como nos sentimos separados da Energia, e consequentemente de DEUS e, sendo a energia o combustível estrutural para tudo, então se entende porque a vida se resume a uma luta de conquista de energia, ou seja, a uma peleja de captação energética, um adquirir energia continuamente!

Posts Recentes
Posts Em Destaque
Procurar por tags
Arquivo
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

​© 2016/2020  |  Mídia Total Publicidade