O trans pessoal na abordagem do stress

Dentro de um contexto da "Transpersonalidade", com objetivo de ampliar e enriquecer o processo de autoconhecimento, a abordagem trans pessoal se utiliza de técnicas e instrumentos que possibilitam uma ressignificação ou revalorização de conteúdos psico emocionais traumáticos promovendo um estado de consciência aonde a realidade passa a ser vista de uma forma não fragmentada, além dos sentidos ordinários de nossa mente condicionada.

Através de recursos e técnicas que promovem a expansão de estados de consciência, a pessoa pode vislumbrar “saídas” para seus conflitos, medos e limites por meio da "experiência trans", pois estes estados ampliam seus recursos internos.

Nós vivenciamos a realidade de acordo com o estado de consciência em que nos encontramos.

Para re-significar ou relativizar uma experiência traumática por ex., segundo esta abordagem, se faz necessário entrar em um estado de consciência (transpessoal) que vá além dos cinco sentidos, onde a realidade pode ser vista e sentida sem fragmentos e experienciada em sua totalidade.

Dessa forma então pode ser possível desenvolver sentimentos mais refinados em relação àqueles armazenados por situações traumáticas anteriores.

Com a associação de "Técnicas de Biopsicologia", temos um instrumento terapêutico para o desenvolvimento da atenção, para potencializar a criatividade e a capacidade de percepção. Tais técnicas, possibilitam “ser presente”, “reconhecer o poder do agora”, adquirir um maior equilíbrio emocional, criando acesso a núcleos internos de força e vitalidade e, aprofundando a intuição.

Integrando corpo, mente e espirito, abrem-se caminhos para o auto conhecimento, para uma maior compreensão de si mesmo, do outro e do meio ambiente aonde todos estão inseridos.

A prática recebe diversos elementos, desde a arteterapia até as músicas, combinadas com batidas de tambores e sons ancestrais, para eficazmente firmar os compassos, como também modificar o psiquismo; facilitando Dharana (Concentração na plena atenção) e, atuando na desconstrução de modelos mentais e na quietude da mente, fontes que alimentam a abertura para um estado meditativo.

Como resultado encontramos um sentimento de paz e bem-estar, funcionando como um excelente antídoto para o stress agudo.

No tocante às "experiencias com o Som" já temos resultados de pesquisas que nos dizem a respeito da utilização de frequencias cíclicas, que são capazes de influenciar o ritmo bioenergético de nosso coração e até mesmo de nossa mente.

A exemplo das batidas de tambores xamânicos, entre 120 e 150 batimentos por minuto, que proporcionam uma experiência de ampliação da consciência.

Quando à estas batidas, acrescentamos um padrão de repetição mântrico, amplificamos ainda mais o processo, que termina em estados de melhor ânimo e maior bem estar psico-físico.

Esta, entre muitas outras formas de "abordagem trans pessoal do ser", tem como característica, a mudança de foco, de um mental condicionado, para uma ampliação de instrumentos à disposição da consciência, rumo a ressignificação dos fatos limitantes.

Posts Recentes
Posts Em Destaque
Procurar por tags
Arquivo
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

​© 2016/2020  |  Mídia Total Publicidade